Sucesso!

Recebemos seu E-mail! Aguarde nosso retorno.  

Erro

Preencha o formulário corretamente!
Iniciativa é uma das âncoras de boa parte das quase 20 milhões de empresas que operam no Brasil. Saiba mais!
O desenvolvimento socioeconômico é o pilar de qualquer nação. Em um país de dimensões continentais como o Brasil, contribuir para a formatação e a rentabilidade dos negócios é tão importante quanto investir na qualificação de sua gente.
 
Estimativas do Ministério da Economia, divulgadas em dezembro de 2020, apontam que 19,7 milhões de empresas dos mais variados segmentos estão em atividade no país. O que a maioria dos cidadãos talvez desconheça é que grande parte dessas operações tem o Sistema S como um de seus principais suportes.
 
Neste artigo, você vai descobrir o que é o Sistema S e qual a sua importância para o Brasil. Siga a leitura!
 
O que é o Sistema S
O Sistema S foi criado em 1942, durante o governo do então presidente Getúlio Vargas, com o objetivo de qualificar os operários da época. Naquele período, a classe política se deparou com a reestruturação da mão de obra e viu que eram necessários investimentos para avançar o processo de industrialização do país.
 
A primeira instituição a ser criada foi o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). Ao longo da história, outras oito instituições foram criadas e passaram a integrar o que hoje é o Sistema S. Em comum, todas possuem atividades voltadas à educação profissionalizante, e oferecem cursos de qualificação tanto a jovens que estão iniciando suas carreiras quanto a trabalhadores que já possuem experiência de mercado.
 
Outro ponto importante é que essa rede disponibiliza uma série de atividades culturais gratuitas, voltadas ao lazer, bem-estar e qualidade de vida dos trabalhadores, de seus familiares e da comunidade em geral. Atualmente, são essas as instituições que fazem parte do Sistema S
 
• Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae);
• Serviço Nacional de Aprendizagem do Comércio (Senac);
• Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop);
• Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai);
• Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar);
• Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Senat);
• Serviço Social da Indústria (Sesi);
• Serviço Social de Transporte (Sest);
• Serviço Social do Comércio (Sesc).
 
Cada uma dessas entidades é mantida a partir de recursos das empresas de cada setor. As contribuições incidem sobre a folha de pagamento, são recolhidas pelo governo federal e repassadas às instituições. Funciona assim: 
 
•  Serviços que têm como foco a aprendizagem (Senai, Senac e Senat): contribuição empresarial de 1%. No caso do Senar, a contribuição varia de 0,2% a 2,5%, enquanto o Sescoop tem alíquota fixada em 2,5%;
 
• Serviços que têm como foco a integração social (Sesi, Sesc e Sest): recebem 1% da folha;
 
• O Sebrae tem metodologia diferente para o recebimento da contribuição. Contribuem com alíquotas que variam de 0,3% a 0,6% apenas as micro e pequenas empresas (faturamento bruto anual de até R$ 4,8 milhões).
 
A importância do Sistema S
O Sistema S desempenha um importante papel na sociedade. Afinal, suas diversas atividades de lazer e integração beneficiam todos os cidadãos brasileiros, com ou sem vínculos empregatícios.
 
No entanto, para quem está prestes a entrar ou já está inserido no mercado de trabalho, a importância do Sistema S fica ainda mais nítida. Por meio das entidades, é possível qualificar-se e crescer profissionalmente com centenas de opções de cursos. Além disso, ações culturais e esportivas, voltadas ao bem-estar, contribuem para a qualidade de vida dos trabalhadores.
 
Ao mercado em si, o Sistema S demonstra a sua relevância ao contribuir diretamente para a empregabilidade da população. Com mais pessoas qualificadas, a tarefa de ocupar postos de trabalho com funcionários 100% preparados é cumprida com mais facilidade pelas organizações.
 
Agora que você já sabe o que é e qual a importância do Sistema S, que tal ler outros conteúdos do nosso blog? Para isso, clique aqui.
 
Bertolini Sistemas de Armazenagem: armazenagem@bertolini.com.br | +55 (54) 2102.4991
Gostou do nosso conteúdo?
Se você achou este conteúdo útil, continue navegando pelo blog da Bertolini e conheça muito mais sobre sistemas de armazenagem e processos logísticos que vão ajudar a sua empresa.
voltar