Sucesso!

Recebemos seu E-mail! Aguarde nosso retorno.  

Erro

Preencha o formulário corretamente!
Os centros de distribuição, também conhecidos como CDs, são essenciais para garantir o bom fluxo de materiais e, assim, reduzir os gastos. Apesar de ser uma parte fundamental na logística de uma empresa, ainda existe muitas dúvidas sobre como funcionam.
Este espaço se assemelha ao armazém, porém se diferencia por sua estrutura ampla e mais moderna. Lá, chegam cargas consolidadas de diferentes lugares e são fraccionadas para que os produtos armazenados sejam enviados para os pontos de venda da região.
 
Desta forma, entender como funciona um centro de distribuição é muito importante para pensar em estratégias que potencializam os diferenciais competitivos da sua empresa. Afinal, só um entendimento profundo sobre determinado tema permite que novas ideias surjam. 
 
A seguir, você irá entender como funciona um centro de distribuição e quais são as suas principais funções. 
 
Boa leitura! 
 
Como funciona um centro de distribuição
Entendemos os CDs como espaços com localização estratégica, permitindo que as mercadorias armazenadas cheguem mais rápido aos locais de destino. Dentro dos centros, esses produtos passam por processos como recebimento, separação e envio.
 
O objetivo é simples: aumentar a agilidade na coleta e despacho de mercadorias e evitar o acúmulo de mercadorias no estoque. Isso diminui os custos e aumenta o lucro da empresa, garantindo sua saúde financeira. 
 
Já deu para perceber como funciona um centro de distribuição, né? Ele desempenha funções essenciais para a manutenção do negócio e sua gestão eficaz permite que a organização utilize seus recursos financeiros, humanos e materiais da melhor maneira. 
 
Quais são as funções de um centro de distribuição?
Depois de entender como funciona um centro de distribuição, é hora de nos aprofundarmos sobre suas funções para a empresa. 
 
Recebimento
Esta é a primeira etapa de qualquer centro de distribuição: o recebimento. Os colaboradores responsáveis por essa fase são encarregados de descarregar os itens enviados e conferir a qualidade e quantidade. 
 
Se tudo estiver certo, há a emissão de notas fiscais e o lançamento desses dados no sistema. O modo como funciona um centro de distribuição deve ser baseado na atualização do estoque, para que todos tenham uma visão geral do que entra. Também é necessário identificar o tempo de expedição, validade e outras características relevantes. 
 
Movimentação
Esta etapa é bastante complexa e, por isso, exige atenção. É o transporte de mercadorias dentro do CD, do local que foram recebidas até a área reservada para o estoque. 
 
Por ser um momento delicado, seus colaboradores precisam ser treinados para evitar avarias e erros durante os registros. Por isso, muitas empresas contam com sistemas de armazenagem como empilhadeiras e paletes, que impactam positivamente na eficiência e nos custos de operação do centro de distribuição.
 
Armazenagem
A armazenagem é, sem dúvidas, um dos pilares de como funciona um centro de distribuição. É neste espaço que ficam os produtos temporariamente até que eles sejam vendidos. A empresa precisa ter uma certa quantia estocada para garantir a oferta de produtos de pronta-entrega para os seus consumidores. 
 
Existem vários métodos de armazenagem diferentes, como o First In, First Out (FIFO). Cabe aos gestores decidirem qual opção melhor se encaixa nas necessidades do negócio, levando em consideração o produto estocado, a urgência das entregas e seu prazo de expiração. 
 
De qualquer modo, é importante contar com um bom sistema de armazenagem para aproveitar o espaço de forma inteligente. Prateleiras para estoque, por exemplo, costumam ser bastante úteis e são populares por causa do custo-benefício. 
 
Separação de pedidos
Também conhecido como picking, a separação de pedidos deve ser entendida a fundo por quem quer saber como funciona um centro de distribuição. Estudos apontam que esta etapa é a que mais consome custos operacionais, chegando a 60% de gastos. 
 
Logo, é muito importante investir em táticas que agilizam esse processo e fazer um acompanhamento de perto para garantir que os fluxos estão sendo seguidos corretamente. Parece simples, mas envolve diversas análises para chegar ao processo mais econômico e seguro. 
 
Entre as variáveis que entram na equação, como tamanho do armazém e os recursos disponíveis. Por isso, os gestores precisam entender como funciona um centro de distribuição para tomar a melhor decisão.
 
Expedição
Por fim, chegamos a expedição. É aqui que acontece a verificação das mercadorias que foram separadas e sua preparação para envio. Os colaboradores que trabalham nesta etapa precisam garantir que os itens estão bem embalados para não quebraram durante o percurso até o destino final, o que causa prejuízo para a empresa. 
 
Em alguns ramos, a etapa da expedição exige outros cuidados, como pesagem, para determinar o valor do frete, e documentação. Também é preciso levar em conta os imprevistos, como atrasos dos caminhões de transporte, que podem afetar a data de entrega.
Gostou do nosso conteúdo?
Se você achou este conteúdo útil, continue navegando pelo blog da Bertolini e conheça muito mais sobre sistemas de armazenagem e processos logísticos que vão ajudar a sua empresa.
voltar