Sucesso!

Recebemos seu E-mail! Aguarde nosso retorno.  

Erro

Preencha o formulário corretamente!
Os indicadores de logística são essenciais para acompanhar o desempenho da sua cadeia de suprimentos. Saiba quais acompanhar e como ficar de olho nesses números!
"Não se administra aquilo que não se mede". A célebre frase do William Edwards Deming reflete bem a importância de acompanhar de perto o desempenho da sua área. Na gestão logística, por exemplo, é preciso mensurar a produtividade dos colaboradores, custo por pedidos e o tempo média de entrega. Ou seja, é preciso ficar de olho nos indicadores de logística
 
Quatro indicadores de logística para acompanhar
A Bertolini Sistemas de Armazenagem entende que dar este primeiro passo é essencial para aumentar a eficiência logística e reduzir custos. Por isso, separamos quatro exemplos de indicadores logísticos para diretores e analistas começarem a analisar:
 
Perfect Order Rate
Em português, a "taxa de produto perfeito" indica o percentual de pedidos que são enviados e entregues sem qualquer tipo de erro. Assim, mede a qualidade da operação. 
 
De acordo com a FGV, é preciso considerar cada etapa na “vida” de um pedido. O cálculo fica: 
 
% Acuracidade no Registro do Pedido x % Acuracidade na Separação x % Entregas no prazo x % Entregas sem Danos x % Pedidos faturados corretamente.
 
Visibilidade dos estoques
Acompanhar este indicador de desempenho significa entender o tempo necessário para que as cargas recebidas sejam disponibilizadas no sistema WMS. Ou seja, indicadores logísticos deste tipo trazem uma visão em tempo real do que está acontecendo no armazém logístico. 
 
Caso haja lentidão entre o recebimento e a disponibilidade, outros processos ficam parados. Em casos mais extremos, a falta de sincronização pode acarretar em perda de vendas.
 
Acuracidade do Inventário
Outro indicador de logística relacionado ao estoque é a acuracidade do inventário. Ele serve para identificar diferenças entre o que está no estoque real e o que indica nos sistemas ERPs. Se o gestor identificar uma alteração muito grande, é indicativo de que os fluxos não estão sendo seguidos.
 
Índice de avarias
É possível medir a eficiência operacional pela integridade das cargas. Afinal, é responsabilidade do armazém cuidar para que os produtos sejam bem guardados. Uma vez que o índice de avarias é elevado, isso significa mais custos para a empresa.
 
Esse não é o único pelo motivo pelo qual esse indicador de logística está na lista. O índice também ajuda a verificar a qualidade do serviço — se há bastante quebra de produto, a empresa precisa rever seus processos de estocagem, manipulação e transporte.  
 
Sistemas WMS e indicadores logísticos
Agora que você já sabe quais indicadores de desempenho logístico acompanhar, é hora de colocar esse conhecimento em prática. Felizmente, existem softwares que facilitam esse trabalho. É o caso do Warehouse Management System, também conhecido como Sistema WMS. 
 
Este tipo de plataforma pode capturar e concentrar dados estatísticos em um só relatório. A partir daí, é só fazer o cruzamento de informações desejadas para acompanhar os indicadores logísticos
 
Hoje em dia, já estão disponíveis estruturas que realizam a movimentação e armazenagem automática de mercadorias paletizadas ou em caixas, integradas ao software WMS. Por exemplo, a Bertolini oferece soluções como Transelevador, Drive in Carro Satélite, Miniload e automação para linhas de separação de pedidos. 
 
Portanto, nossa dica final é: é preciso medir a eficiência operacional do armazém logístico da sua empresa. Assim, ganha-se maior produtividade e otimiza-se o tempo — tornando seu negócio mais competitivo dentro do mercado. 
Gostou do nosso conteúdo?
Se você achou este conteúdo útil, continue navegando pelo blog da Bertolini e conheça muito mais sobre sistemas de armazenagem e processos logísticos que vão ajudar a sua empresa.
voltar