Sucesso!

Recebemos seu E-mail! Aguarde nosso retorno.  

Erro

Preencha o formulário corretamente!
Você sabia que problemas na cadeia de suprimentos podem impactar em até 1,5% das vendas? Segundo a McKinsey, empresa de consultoria empresarial americana, as perdas causadas por erros na gestão de estoque geram um custo anual de US $1,1 trilhão no varejo ao redor do mundo.
 
Esses números reforçam a importância de discutir boas práticas de organização do armazém. Em uma indústria que entende a falta de espaço como um de seus principais problemas, a verticalização do estoque surge como solução. 
 


Verticalização do estoque: tendência da armazenagem



Não é de hoje a discussão sobre espaço e armazenagem. Essa é uma dor constante dos empreendimentos, que veem no alto preço do m² um obstáculo para a expansão dos negócios. 
 
A verticalização do estoque é uma forma de driblar esse problema. Ela permite o melhor aproveitamento dos espaços disponíveis, sem que haja a necessidade de ampliar horizontalmente o armazém. Os gestores aproveitam o que já tem: a altura dos armazéns. 
 
Essa prática vai ao encontro de outra necessidade dos negócios: ter um bom layout de armazenagem. Não é só sobre guardar os produtos — e sim como fazer isso da melhor forma possível. Ou seja, como despachar os materiais de maneira eficaz e garantir um giro inteligente dos itens.
 

Benefícios da verticalização do estoque



Optar pela verticalização do estoque traz uma série de vantagens para o negócio. O sistema de armazenagem, composto basicamente por porta paletes, permite a otimização de recursos sem trazer muitos gastos. 
 
Outros benefícios incluem: 
 


Ganho de espaço


Sem dúvidas, esse é o principal ganho da verticalização do estoque. Uma das principais preocupações dos gestores é como reduzir os custos ao mesmo tempo que amplia sua capacidade. Ao utilizar prateleiras e paletes para aproveitar a altura do espaço, é possível aumentar a quantidade de produtos estocados. 
 
Tudo isso com um custo bem menor do que a compra de um terreno. Além disso, a utilização das soluções de armazenagem certas melhora a organização do espaço como um todo. Também é possível manter o padrão de qualidade dos produtos, otimizar o tempo de trabalho e reduzir desperdícios de insumos. 
 


Melhoria na ergonomia


Engana-se quem pensa que a verticalização do estoque é benéfica apenas para a empresa. Os colaboradores também saem ganhando, pois, a prática gera melhoria nas condições de trabalho. A lombalgia ocupacional pode atingir até 80% das pessoas e é a doença que mais afasta brasileiros de seus postos.
 
Diminua os riscos dessa enfermidade ao optar por estruturas mais ergonômicas. O uso dos paletes, muito comuns em um armazém vertical, é um grande aliado nessas horas. A solução evita que os colaboradores forcem sua lombar, reduzindo as chances de desenvolver lombalgia.

 

Sistema de acordo com a sua necessidade


Por fim, a verticalização do estoque se adequa ao espaço disponível. Empresas como a Bertolini desenvolvem soluções de acordo com a necessidade dos clientes, minimizando ao máximo as chances de desperdício. 
 
Antes desta metodologia ser aplicada, é feito um estudo para analisar quais gargalos podem ser resolvidos. E uma vez que o armazém vertical está funcionando, aumenta o controle sobre as cargas. 
 
Se você quer implementar a verticalização do estoque, mas não sabe como, entre em contato com a Bertolini. Clique aqui e confira nosso guia de técnicas de movimentação de materiais e conte conosco para planejar a melhor solução com os melhores produtos.

Gostou do nosso conteúdo?
Se você achou este conteúdo útil, continue navegando pelo blog da Bertolini e conheça muito mais sobre sistemas de armazenagem e processos logísticos que vão ajudar a sua empresa.
voltar