Sucesso!

Recebemos seu E-mail! Aguarde nosso retorno.  

Erro

Preencha o formulário corretamente!
Em uma empresa, nem sempre a movimentação de materiais é algo fácil de realizar. É o local que precisa ser avaliado, bem como os processos, os produtos e a sua saída.
Resolver as questões de fluxo de materiais é necessário para o bem-estar de qualquer negócio, e isso envolve trabalhos internos corretos de organização e estocagem, feitos a partir de sistemas ideais com técnicas de movimentação e armazenagem.
 
A Bertolini Sistemas de Armazenagem, referência sul-americana no segmento de soluções intralogística, preparou este guia para você entender e aplicar as melhores técnicas de movimentação e estocagem para garantir o sucesso das suas operações. Confira: 
 
Movimentação externa e interna de materiais: logística e intralogística
 
Pense bem: você tem um bom processo de movimentação de produtos externo, mas não interno. Isso acarreta em perda de tempo e custos a mais, sim?
 
Pois então, produzir, estocar e movimentar são verbos que precisam ser exercitados no transporte interno de materiais. Essas ações, quando executadas com perfeição, garantem uma distribuição correta, ágil e fácil, além de custos mais baixos.
 
Mas antes de tudo, precisamos esclarecer o que são os termos referentes a cada tipo de transporte em uma empresa: as palavras “logística” e “intralogística”. 
 
O termo logística significa administração, estratégia e controle dos produtos. Essas características envolvem os itens feitos desde a matéria prima, passando por industrialização, distribuição, varejo, consumo e coleta seletiva, chegando, enfim, à reciclagem. 
 
Já a intralogística está ligada ao fluxo logístico de bens materiais e informações, para que estes sejam otimizados, integrados, automatizados e gerenciados dentro de um modelo de operação.  
 
Considerando um sistema de armazenagem: o que você deve saber
 
Agora que você conhece o significado de cada termo de transporte de um negócio, vamos ir um pouco mais além ao assunto sistema de estocagem e movimentação.
 
Você sabia, por exemplo, que não existem normas na área de movimentação, apenas testes e estudos feitos em cursos de pós-graduação e doutorado nos Estados Unidos e Europa?
 
Não, o fluxo de movimentação de materiais não possui regra que especifique o jeito correto de realizar essa tarefa. 
 
Geralmente, as empresas seguem modelos de sucesso já implantados em outros negócios, sobretudo os que estão na mesma área de atuação. Esse cuidado em buscar cases de outras companhias ajuda a entender o que é interessante e o que pode e deve ser aplicado. 
 
O que existem são padrões mais utilizados, sobretudo europeus, e tendências de mercado. Há também tecnologias disruptivas, mas que possuem custos de implantação superiores para o mercado brasileiro, além de possuírem menos adaptabilidade a mudanças. 
 
Ainda que não existam manuais específicos para a ação, a Bertolini frisa que o Brasil possui normas e parâmetros, para alguns tipos de estruturas de armazenagem que são seguidos por nós. Isso garante tranquilidade e eficiência na aplicação e utilização de nossos sistemas.
 
Pontos a se considerar na fase de conceituação do sistema de movimentação de materiais
 
Após considerar esta solução, vamos à etapa inicial de implantação. Aqui algumas questões devem ser levantadas e estudadas. Para aplicar e manter eficiente um sistema de movimentação de materiais, essa conceituação prévia deve analisar coisas como:
 
- Histórico de pedidos
- Dados obtidos junto ao cliente. Recomenda-se o período mínimo de 6 meses, sendo ideal uma análise de 12 meses
- Análise de pedidos (por exemplo: quantidade de pedidos com uma única linha)
- Sazonalidade
- Informação mostrará a demanda na separação de períodos de pico
- Categoria de Produtos
- Possíveis restrições em relação a determinadas categorias de produtos
- Dados de medicamentos controlados, alimentos, higiene, limpeza, etc.
- Linhas de pedidos
- Código do produto
- Unidades por linha de pedidos
- Dimensões do produto
- Cadastro de produto
- Curva ABC (dupla análise)
 
Essas observações são capazes de guiar a empresa que irá implantar o sistema a escolher o tipo ideal de produto para a operação. O estudo minucioso do cliente é feito para que os equipamentos de movimentação de materiais sejam eficientes, e se adaptem ao local em que está instalado.
 
Pensando em nosso mercado
A Bertolini Sistemas de Armazenagem é referência em sua área de atuação por considerar variáveis da empresa que atenderá e também do mercado.
 
Executando projetos de automação para movimentação de caixas com foco em linhas de separação de pedidos fracionados e full case, a Bertolini garante em cada projeto a excelência de mais de 30 anos de história.
 
Entregando soluções que permitem flexibilidade em operações, a Bertolini desponta com a vantagem de realizar projetos adaptáveis à realidade dos negócios e de cenários socioeconômicos diversos, permitindo um trabalho que possa mudar a depender do que a empresa queira e precise.
Gostou do nosso conteúdo?
Se você achou este conteúdo útil, continue navegando pelo blog da Bertolini e conheça muito mais sobre sistemas de armazenagem e processos logísticos que vão ajudar a sua empresa.
voltar