Sucesso!

Recebemos seu E-mail! Aguarde nosso retorno.  

Erro

Preencha o formulário corretamente!
Todos os aspectos da vida mudaram drasticamente após a pandemia do COVID-19 — e na indústria não é diferente.
As mudanças nos hábitos de consumo fizeram as empresas repensarem suas formas de trabalho e trouxeram novidades na automação industrial
 
Especialistas indicam tendência de aceleração da automação industrial
Esse tema é, inclusive, fonte de estudo. Uma pesquisa feita pela empresa multinacional Ernst & Young indicou que 36% das empresas globais estão apostando em novidades na automação industrial para o período pós pandemia. 
 
Quem reforçou essa ideia foi a consultoria global Interact Analysis, que atua no levantamento com dados de automação inteligente. Por causa do COVID-19, os projetos de automação industrial podem ser atrasados graças às incertezas do mercado. 
 
No entanto, nem tudo está perdido: a aceleração do e-commerce refletiu diretamente na cadeia de suprimentos. Os gestores podem esperar melhorias no mercado de armazéns e centros de distribuição. 
 
Outro aumento esperado é na adoção de soluções de automação industrial e robótica. O mercado brasileiro precisa correr para se adequar a essa nova realidade. O Brasil é o 18º colocado no ranking das nações robotizadas, de acordo com a Federação Internacional de Robótica (IFR) com dados de 2019. 
 
Confira as principais novidades na automação industrial
Deu para ver que o cenário pós-pandemia espera grandes novidades na automação industrial, certo? Entender quais são as principais tendências para o setor é o primeiro passo para compreender o que sua empresa precisa para os próximos anos. 
 
Adoção de robôs e IA
Sem dúvidas, a robotização do processo logístico é uma das principais tendências para o setor. Os robôs passaram a ser aliados, pois podem substituir a mão-de-obra humana em funções de maior risco à saúde e à segurança. 
 
Outra vantagem está na adoção de inteligência artificial (IA) para controlar e gerir a cadeia de suprimentos. Além de ter uma previsão mais acertada sobre os riscos e oportunidades, o gestor tem mais controle sobre os fluxos internos, rotas de entrega, entre outras etapas do processo logístico.
 
Novo formato nas relações comerciais
A pandemia impulsionou o e-commerce de um jeito inédito. Isso traz uma série de consequências para a linha de produção, pois afeta diversas etapas da logísticas. As empresas precisam repensar seus serviços de entrega diante desta nova realidade. 
 
Isso inclui criar uma organização mais fluída do chão de fábrica, para facilitar as etapas de produção. Além disso, as empresas precisam aprimorar seus serviços de entrega e entender como podem melhorar a experiência do cliente.  
 
Mais colaboração com fornecedores
As novidades na automação industrial não dizem apenas respeito ao modo como as empresas vão cuidar dos seus processos internos. As tendências também afetam a colaboração com os fornecedores. 
 
Ter uma boa relação com esses parceiros estratégicos é essencial para avançar com os projetos de automação industrial. Além disso, um bom relacionamento com os fornecedores permite acordos melhores em momentos de expansão e maior flexibilidade durante as crises.
 
Saber quais são as novidades na automação industrial pós-pandemia é essencial para toda empresa que deseja se manter relevante no mercado. Leve esse assunto para seus gestores e colegas de trabalho, e discutam o que precisa ser feito para o seu negócio se adequar à essa nova realidade. 
 
Caso vocês possuam projetos de automação industrial e não saibam como executá-los, entre em contato com a Bertolini. A empresa está no mercado desde 1984 e hoje já é referência na América do Sul em seu segmento.
 
 
Leia também:
 

 

Gostou do nosso conteúdo?
Se você achou este conteúdo útil, continue navegando pelo blog da Bertolini e conheça muito mais sobre sistemas de armazenagem e processos logísticos que vão ajudar a sua empresa.
voltar