Sucesso!

Recebemos seu E-mail! Aguarde nosso retorno.  

Erro

Preencha o formulário corretamente!
Os produtos e soluções apresentadas pela Bertolini à Cooperativa Dália Alimentos já são consolidadas no segmento de indústrias alimentícias que atuam com câmaras congeladas e resfriadas.

A Bertolini Sistemas de Armazenagem integra parte essencial do novo complexo de frigorífico de aves e fábrica de farinhas que a Cooperativa Dália Alimentos inaugura dia 13 de dezembro no município de Arroio do Meio, localizado no Vale do Taquari, no Rio Grande do Sul.

Os sistemas de Drive-in e Porta Paletes instalados pela Bertolini em três câmaras frias de estocagem serão fundamentais para aumentar a capacidade de armazenagem e maximizar o negócio de distribuição de alimentos refrigerados e congelados da empresa, hoje uma referência no segmento em que atua.

Os produtos e soluções apresentadas pela Bertolini à Cooperativa Dália Alimentos já são consolidadas no segmento de indústrias alimentícias que atuam com câmaras congeladas e resfriadas e armazenamento para indústria, pois servem de “pulmão de produção”. Obviamente, cada cliente apresenta demandas e necessidades exclusivas, providenciadas estrategicamente pela Bertolini.

No caso da Dália, o Drive-in servirá para armazenar mais quantidade e posições de paletes do mesmo produto/volume, e o Porta Palete para armazenar produtos de pouco volume com grande quantidade de SKU, proporcionando maior agilidade e seletividade na operação.

“A Cooperativa Dália Alimentos é um cliente antigo da Bertolini, sempre fornecemos para todas as unidades do grupo. E não podíamos ficar de fora desse novo e importante empreendimento. A Bertolini e a Dália consolidam assim uma parceria “forte e ativa”, comenta o representante da Bertolini, Guilherme Bertolini Casagranda.

“A opção pela Bertolini na aquisição do Drive-in e do Porta Palete se dá pela confiabilidade e robustez dos sistemas de armazenagem que são produzidos pela marca. Sistemas de estocagem de produtos em condições térmicas anormais ao ambiente natural, como é o caso de congelados, devem ser compostos por elementos estruturais que possam fazer frente à exigências e esforços diferenciados. Além disso, um empreendedor não pode estar, em qualquer momento, sujeito a eventuais problemas de paradas das instalações para reparos e ou acidentes”, complementa Pedro Raul Mallmann, Gerente da Divisão de Frangos de Corte da Dália.

Gostou do nosso conteúdo?
Se você achou este conteúdo útil, continue navegando pelo blog da Bertolini e conheça muito mais sobre sistemas de armazenagem e processos logísticos que vão ajudar a sua empresa.
voltar