Sucesso!

Recebemos seu E-mail! Aguarde nosso retorno.  

Erro

Preencha o formulário corretamente!
O armazém vertical pode ser a solução para aumentar o espaço do estoque sem interferir no tamanho da propriedade. Confira outras vantagens e desvantagens!
Com o aumento do preço do m², especialmente nas grandes cidades, os gestores tiveram que repensar a disposição de seus estoques. O desafio está na necessidade de tornar os processos mais ágeis e organizados sem ter que aumentar o espaço horizontal. Não à toa, o armazém vertical está se tornando cada vez mais popular. 
 
O que é o armazém vertical 
Não é de hoje que o segmento logístico busca soluções para otimizar processos. Com espaços físicos cada vez mais restritos e caros, a solução foi crescer para cima — ou seja, a verticalização do estoque. Essa prática ajuda no desenvolvimento de empresas e para aproveitar ao máximo terrenos com pouca área útil. 
 
O armazém vertical é a utilização inteligente do espaço. O uso de estanterias e outras soluções de armazenagem permite o aproveitamento vertical do terreno. Com o auxílio de empilhadeiras, é possível guardar itens até o teto, fazendo com que o estoque comporte ainda mais material. 
 
Vantagens e desvantagens da verticalização do estoque 
Estudos indicam que 2% das vendas do varejo são afetadas pelo mau gerenciamento dos estoques. Logo, a principal vantagem da armazenagem vertical é a melhor organização do espaço e aumento de locais para guardar os insumos. E esse não é o único benefício: 
 
• Redução do tempo entre a retirada do estoque ou insumo até o destino final;
• Economia de investimentos em expansão;
• Melhor relação de investimento x retorno.
 
Isso tudo sem considerar a economia financeira. Por conta do pouco espaço disponível, algumas empresas precisam contratar fornecedores de armazenamento. Ou seja, locais extras para estocar os produtos que não cabem no espaço original. Com o armazém vertical, isso não será mais necessário — o que abre novas possibilidades. 
 
O aproveitamento da área vertical disponível permite oportunidades de ampliação do negócio com, proporcionalmente, muito menos investimento. Além disso, traz também maior eficiência no processo de armazenagem e melhor acompanhamento visual. 
 
No entanto, é preciso tomar alguns cuidados antes de investir na verticalização do estoque. Não é apenas uma questão de armazenar, e sim sobre como fazer isso. Antes de optar por essa forma de armazenagem, os gestores precisam fazer um estudo sobre as necessidades do local e quais são os objetivos a curto, médio e longo prazo. 
 
Uma boa opção é falar com empresas especialistas em armazenagem. Os técnicos podem orientar sobre as melhores práticas para o armazém vertical atingir todo o seu potencial. Assim, o centro tem as soluções que atendem suas necessidades, com ganhos em diversas etapas da produção. 
 
 
Você também pode gostar de:
Gostou do nosso conteúdo?
Se você achou este conteúdo útil, continue navegando pelo blog da Bertolini e conheça muito mais sobre sistemas de armazenagem e processos logísticos que vão ajudar a sua empresa.
voltar